quinta-feira, 25 de março de 2010

O Assunto é: "BOTEQUIM"

Já não estamos mais nos tempos de Noel Rosa, nem mesmo, infelizmente, com sua presença. Mas, certas coisas não mudaram... ainda temos os clientes "pentelhos" entre nós. Assim como Noel relata (e retrata) em sua divina obra chamada: "Conversa de Botequim", a qual transcrevo abaixo e que iremos comentá-la na sequência.

Seu garçom faça o favor de me trazer depressa
Uma boa média que não seja requentada
Um pão bem quente com manteiga à beça
Um guardanapo e um copo d'água bem gelada
Feche a porta da direita com muito cuidado
Que eu não estou disposto a ficar exposto ao sol
Vá perguntar ao seu freguês do lado
Qual foi o resultado do fute..bol

Se você ficar limpando a mesa
Não me levanto nem pago a despesa
Vá pedir ao seu patrão
Uma caneta, um tinteiro,
Um envelope e um cartão,
Não se esqueça de me dar palitos
E um cigarro pra espantar mosquitos
Vá dizer ao charuteiro
Que me empreste umas revistas,
Um isqueiro e um cinzeiro

Seu garçom faça o favor de me trazer depressa
Uma boa média que não seja requentada
Um pão bem quente com manteiga à beça
Um guardanapo e um copo d'água bem gelada
Feche a porta da direita com muito cuidado
Que eu não estou disposto a ficar exposto ao sol
Vá perguntar ao seu freguês do lado
Qual foi o resultado do fute..bol

Telefone ao menos uma vez
Para três quatro quatro três três três
E ordene ao seu Osório
Que me mande um guarda-chuva
Aqui pro nosso escritório
Seu garçom me empresta algum dinheiro
Que eu deixei o meu com o bicheiro,
Vá dizer ao seu gerente
Que pendure esta despesa
No cabide ali em frente

Seu garçom faça o favor de me trazer depressa
Uma boa média que não seja requentada
Um pão bem quente com manteiga à beça
Um guardanapo e um copo d'água bem gelada
Feche a porta da direita com muito cuidado
Que eu não estou disposto a ficar exposto ao sol
Vá perguntar ao seu freguês do lado
Qual foi o resultado do fute..bol

Boa música nos remete à saudade, mesmo quando nos conta fatos de pessoas chatas, como o caso acima, se quem estiver lendo, for um garçom ou já trabalho ou ainda trabalha em restaurante, sabe bem o que é esse personagem.

Mas, para todo problema (inclusive esse) existe uma solução, acreditem, tem jeito de lidar com essa figurinha carimbada e ainda fazê-lo tornar-se um grande amigo e cliente fiel!

A saída está na etiqueta, não me refiro à tarjeta costumeiramente presa à roupas informando o nome da grife, mas, sim ao modo de se comportar frente à situações formais, principalmente nos meios de hotelaria e restauração. E lógico, no trato direto com o público.

Não incomum os profissionais que não têm conhecimento nesse campo e por isso mesmo, "se viram" como podem. Muitas vezes ficam em uma tremenda "saia justa" e passam por constrangimentos por não saberem como escapar sem que o cliente se sinta incomodado.

Bom, meus caros, para essa doença à tratamento e não é nem dolorido e nem mesmo amargo o remédio, chama-se "Treinamento de Etiqueta". Mas, ao que se refere esse treinamento? Muito mais que como escapar desse tipo de situação, esse treinamento fala sobre a organização do salão, as atribuições do cumim, do garçom, do maître e do gerente; a postura profissional de cada um, um treinamento sobre vinhos, sobre seu serviço, as formas de arrumar as mesas, os rituais de serviço, enfim, todo o comportamento que se é esperado de um profissional da área e que só vemos em pouquíssimos estabelecimentos.

Para maiores informações sobre esses treinamentos, entre em contato comigo pelo e-mail: chef_bueno@hotmail.com ou pelo telefone: (19) 9657-1011.

Saudações.